Barrigudinho (Poecília reticulata)



Nome científico: Poecilia reticulata Peters, 1859

Nomes comuns

guppy, barrigudinho, lebiste.

Taxonomia

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Actinopterygii

Ordem: Cyprinodontiformes

Gênero: Poecilia


O guppy é um pequeno peixe muito resistente nativo do norte da América do Sul e América central, e foi introduzido no Brasil para combater à dengue e à malária.

Ele é onívoro e prefere viver em ambientes lênticos como pequenos córregos e riachos onde se alimenta principalmente de larvas de algas e insetos como o mosquito.

Este peixe ficou conhecido em todo o mundo graças as suas cores vivas e diferentes formatos de caldas, que na verdade são mutações selecionadas pelo homem,e também a facilidade de criação, características estas que fascinaram aquaristas de vários países assim como o Kinguio (Carassius auratus), e a carpa comum o guppy é um sucesso mundial.

Apesar de ser um peixe robusto e de fácil manejo o ideal é que o aquarista mantenha o pH da água entre 6,8 à 7 e temperatura entre 25 à 28 °C.

Infelizmente quando o lebiste foi introduzido em ambientes do qual ele não é nativo onde pode causar sérios danos à natureza pois ele passa a ser uma espécie invasora que não possui predadores naturais e compete com as espécies nativas.

Reprodução


Exemplar de um guppy fêmea selvagem

O guppy é um peixe ovovivíparo com elevado potencial reprodutivo, seu tempo de fecundação e nascimento é entre 22 à 24 dias. Apresentam dimorfismo sexual, os machos são menores medindo cerca de 3,3 cm, e são mais coloridos, já as fêmeas são bem menos chamativa com cloração num tom acinzentado e medindo cerca de 6,5 cm.

Para reproduzir os guppys na aquariofilia o ideal é ter 1 macho para cada 3 fêmeas, se tiver menos de 3 fêmeas isso pode causar estresse pois o macho fica o tempo todo tentando acasalar.

  • Facebook
  • YouTube