CARPA


Carpa comum-Cyprinus carpio

A carpa-comum, Cyprinus carpio é nativa da Ásia e da Europa oriental, foi descoberto que ele é criada pelo homem há mais de 3000 anos na Ásia e Oriente Médio.

Hoje é criada em todo o mundo e admirada pela sua beleza, rusticidade e rápido crescimento entre outras qualidades. Chegaram Brasil em 1882 trazidas dos Estados Unidos, aqui elas junto com as tilápias do nilo se tornaram os peixes mais produzidos na aquicultura.

Esta espécie prefere viver em ambientes lênticos com pH com ideal entre 7,0 e 7,4. Também não necessita de muito oxigênio dissolvido na água, pode sobreviver com baixo nível deste facilmente, à temperatura ideal da água deve estar entre 24° e 28°C.

À carpa gosta de viver em águas ricas em plânctons dos quais se alimenta, é um peixe onívoro que se alimenta de zooplâncton e zoobentos, resíduos, plantas aquáticas e aceita muito bem à ração artificial.


Cyprinus carpio

Devido à sua bela coloração e escamas grandes e uniformes, além de todas as outras qualidades já citadas ela se tornou um ícone do aquarismo mundial. É difícil você ir em uma loja comprar peixes para seu aquário e não se deparar com as belas carpas.

Sua criação intensiva em tanques têm sido bastante promissora devido à elevada densidade de povoamento e boa aceitação de rações balanceadas, se propaga com facilidade em cativeiro pois à carpa desova é naturalmente nestes ambientes, o que facilita muito sua criação.


Outras espécies de peixes:

japonês ou kinguios

Betta splendens

TAINHA

Cascudo-Hypostomus pusarum

Tamboata (Callichthys callichthys)

carpa-comum, Cyprinus carpio

LAMBARI DE RABO VERMELHO

Traíra

Barrigudinho (Poecília reticulata)

Acará

Acará-bandeira – Pterophyllum scalare

Tilápia tailandesa

Tilapia aurea

Tilápia moçambicana

TILÁPIA DO NILO

Marobá também chamado de jeju.


Pygocentrus nattereri


  • Facebook
  • YouTube