marobá


Marobá em um aquário.

Classificação Taxonômica:

Reino Animalia

Filo Chordata

Classe Actinopterygii

Ordem Characiformes

Família Erythrinidae

Gênero Hoplerythrinus




Nome científico

Hoplerythrinus unitaeniatus


Nomes comuns

Marobá, jeju ou Íu.


Características gerais

O marobá é um peixe bastante ativo que pode atingir até 40 cm e prefere de viver em águas de inundação temporária. Possui dentes caninos desiguais, ausência de nadadeira adiposa, uma mancha preta arredondada no opérculo e uma faixa preta ao longo do corpo o que o diferencia dos outros membros de sua família.


Assim como à sua “prima" traíra ele é um peixe carnívoro, porém à traíra se alimenta principalmente de peixes enquanto o marobá apesar de também comer peixes têm tendência a comer insetos, outra diferença é a respiração que na traíra é exclusivamente aquática e o marobá também possui respiração abdominal utilizando sua bexiga natatória.


O gênero Hoplerythrinus ao qual o jeju pertence também possui as espécies H. cinereus (Gill, 1858) e H. gronovii (Valenciennes, 1847).


Ele consegue viver em águas com baixíssimos níveis de oxigênio graças à sua bexiga natatória, que extrai cerca de 25% do oxigênio necessário e em algumas situações se o ambiente não for muito favorável ele pode simplesmente sair da poça onde está e ir se arrastando em terra para a outro corpo d’água, esta situação é bastante observada no pantanal brasileiro durante os períodos de estiagem.


À bexiga natatória é uma característica marcante desta espécie que os fazem ter uma respiração aérea facultativa e possibilita que ele possa sobreviver 24h fora d’água dando-lhe vantagem em relação aos outros peixes.


marobá capturado de anzol


HABITAT E DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA

O gênero Hoplerythrinus se distribui pela América Central e do Sul, são encontrados em ambientes lênticos com vegetação abundante geralmente em savanas inundadas temporariamente.



CLIQUE AQUI E DEIXE SUA OPINIÃO E DICAS PARA NOVOS ARTIGO.





  • Facebook
  • YouTube