Typha domingensi




À taboa como é vulgarmente chamada no Brasil é uma das planta aquáticas mais conhecidas no mundo pois sua distribuição é muito ampla, ela é encontrada em quase todo o mundo como será descrito com detalhes mais à diante.


Pertence à ordem Typhales e a pequena família typhaceae de um único gênero, o Typha (representado por ervas aquáticas) com mais ou menos 15 espécies, das quais a T. domingensis é espécie à mais tolerante à água salobras.


Quando algumas dessas várias espécies do mesmo gênero vivem no mesmo ambiente ocorre à hibridização.


Caracterìsticas gerais

Possui alto potencial de estocar carbono por longos períodos, e como é uma planta aquática ela têm grande quantidade de tecidos de sustentação.


Suas principais características são: folhas altas e inseridas próximas à base da planta e suas folhas também são linear-alongadas e esponjosas, caule é ereto e cilíndrico e em geral fica submerso, sua altura é de aproximadamente 1,10 à 2,50 metros.


Costuma Formar densos estandes em ecossistemas aquáticos onde passa à ser ser à macrófita aquática mais dominante formando grandes bancos monoespecíficos em seus habitats onde pode causar tanto benefícios como danos ao meio ambiente, pois pode ser uma grande invasora de brejos formando os tabuais mas também possui papel muito importante na ciclagem de nutrientes dos ecossistemas.


Estão entre as plantas aquáticas mais produtivas, têm grandes quantidades de tecidos o que lhe dá maior potencial de estocar carbono e nutrientes por longos períodos.


Esta espécie floresce e frutifica de julho à fevereiro onde faz uma elevada produção de sementes que podem ficar por longos períodos em estado de dormência sob condição de estresse, e quando em boas condições de disponibilidade de nutriente crescem rapidamente e isso provavelmente garante o sucesso de seu gênero. Mas também se reproduz com crescimento clonal.


Reprodução

Sua reprodução é principalmente através rizomas (clonal) e também de sementes, à colonização dos seus ambientes é principalmente através de seus rizomas que se expandem no sedimento e as ajudam a formar grandes estandes (agrupamentos monoespecíficos).


Habitat e distribuição geográfica

As taboas apresentam ampla distribuição geográfica, podem ser encontradas em todo o mundo, principalmente em margens de lagos, brejos, várzeas e reservatórios.


Conseguem sobreviver em lugares de elevado pH e salinidade graças sua plasticidade morfológica que lhe permite se adaptar à condições extremas. Suas adaptações físicas lhe permitem viver em ambientes enriquecidos nutricionalmente (eutrofizados) por isso levam vantagem em ambientes eutrofizados.


Utilidades para o homem

Servem de matéria prima para confecção de móveis possuindo assim uma grande importância comercial. Agricultores tradicionais coletam-nas para confecção de artesanato, isso nos mostra que ela é uma importante fonte de renda extra para algumas comunidades.


Os principais artesanatos feito com elas são esteiras, cestos e muitos objetos de ornamento.

À comercialização de artesanatos é uma das mais antigas atividades da sociedade e colabora para a permanência de comunidades locais, além de promover o resgate cultural e à identidade regional.


Também servem de alimento para o homem, o gado e fertilizante de solo, sendo assim uma importante via para o aproveitamento da biomassa manejada.


descontaminação de ambientes



Em regiões onde há crescimento populacional costuma ocorrer à contaminação por metais pesados que se acumulam na cadeia trófica causando efeitos negativos. À taboa e o aguapé vem sendo muito utilizadas para absorção desses metais contaminantes.


O estudo da taboa na fitorremediação de áreas contaminadas com metais pesados como o chumbo e cádmio têm sido um tema bastante estudado. Ela pode ser usada para indicar altas concentrações destes metais no ambiente.


Ela possui muitas características que podem ser usadas para fitorremediação como à tolerância à ambientes impactados, crescimento vegetativo rápido, grande produção de biomassa além de possuir outras adaptações em resposta à metais pesados, o que à ajuda à sobreviver em ambientes estressantes.


Vivem em águas contaminadas com esgoto doméstico, resíduo industrial e agrícola, possui a capacidade de absorver e acumular ferro, zinco, níquel, cádmio, manganês, chumbo e alumínio em seus tecidos.


Importância ecológica

Têm um importante papel na dinâmica dos ecossistemas pois têm função chave no ciclo do carbono, evita o retorno do carbono para à atmosfera já que ela o mantém estocado no compartimento biótico.


Tabuais podem abrigar uma série de organismos aquáticos, fornecem substrato para comunidade perifíticas bacterianas e para ovoposição de insetos e peixes, por isso possui grande importância nos ecossistemas.


CLIQUE AQUI E DEIXE SUA OPINIÃO E DICAS PARA NOVOS ARTIGO.

  • Facebook
  • YouTube